Devaneios de uma conversa alheia…

Por Rai Louven
@rai_louven

large

Ontem, enquanto estava no tédio do trânsito, sem nada para ouvir, ler ou com quem falar (estava sem celular e o livro me deu sono), passei a prestar atenção na conversa da menina que estava sentado ao meu lado. Eu, sei que é falta de educação, mas gente, era minha única forma de entretenimento! Mas, voltando ao assunto, ela falava sobre um homem (só mesmo no gênero) de 26 anos, comprometido e com um filho que estava querendo sair com ela, que deveria ter uns 18 ou 19 anos,

O que me chamou a atenção, não foi a falta de caráter desse moço comprometido, mas uma frase que ela disse: “olha, se ele ainda fosse novinho, adolescente, eu até entenderia ele agir assim, é fase, mas ela já é um homem (será?) de anos na cara!

Num primeiro momento, eu me senti velha, porque tenho 24 e ela falou dele como se ele já tivesse uns 50 anos! Mas, esse foi meu ego falando, então, deixei-o de lado e refleti novamente, agora, sobre uma nova pergunta: será mesmo que a idade faz diferença para as pessoas, no quesito amadurecimento?

Então, por essa lógica, os mais velhos são os mais maduros e corretos, certo?! #SQN Na teoria, as pessoas deveriam amadurecer e se tornar mais responsáveis conforme o tempo passa, uma vez que a vida é uma escola (é verdade, mesmo sendo clichê): se não aprendemos pela teoria e por bem, aprenderemos na prática e pela dor.

Eu vejo tantas pessoas, homens e mulheres, de todas as idades, agindo com tanta irresponsabilidade e descaso. Eu sou super a favor da ideia de corrermos atras e buscarmos o que nos faz felizes, de não nos prendermos a pré-conceitos e a padrões impostos pela sociedade… sou a favor da liberdade para sermos felizes à nossa maneira. Entretanto, como disse, muito bem dito, a blogueira do “Como Eu Realmente” e escritora Fernanda Nia, “Liberdade é, acima de um direito, uma responsabilidade.”

O caso desse rapaz de 26 anos, por exemplo, de repente ele faz o que faz, porque quer aproveitar ao máximo a juventude dele, quer provar para si mesmo o quanto ele é bom na arte da conquista, pegação e enrolação, o quanto é possível ser feliz, dando pulinhos fora da cerca, sem que o descubram e sem que ele perca a namorada e o filho. Vai saber os motivos dele…

Entretanto, eu lhes pergunto: será que vale a pena buscarmos a nossa felicidade, sem pensar nas consequências dos nossos atos e sairmos derrubando e tirando do nosso caminho o que aparecer pela frente, sem dó nem piedade? Será que essas atitudes têm mesmo justificativa?

Onde é que foi parar a filosofia do que eu não quero para mim, eu também não quero para os outros?!

Será que esse rapaz, que hoje tem 26 anos, um filho e uma companheira, quando chegar aos 36 terá se arrependido das coisas que faz hoje ou dos erros que pode ter cometido no passado? Ou será que aos 36 ele agirá da mesma maneira, até pior, talvez?

Não sei, não sei, não sei… essa é a resposta para todas as perguntas desse texto!

E no final, nada mudou: a menina continuou sem ter interesse em sair com aquele homem de 26 anos na cara, o moço Homi continuou o mesmo e eu.. Ah, eu continuei sentada no mesmo lugar que estava há duas horas atrás, no mesmo trânsito, só que agora, um pouco mais perto de casa (ufa!).

Enfim, esse foi só um dos meus devaneios enquanto eu tinha nada para fazer… até que foi bem construtivo, para mim pelo menos, que pude passar o tempo fofocando a vida dos outros.

“Ter vinte e poucos anos não quer dizer nada. Trinta. Quarenta. Quinze. Vinte. Noventa. O que importa, no fundo, é quem você é quando está sozinho. Como você é quando está acompanhado. O que sobra quando a luz apaga. O que resta quando o sol acorda.”
-Clarissa Corrêa.

Anúncios

Um comentário sobre “Devaneios de uma conversa alheia…

  1. Pingback: E vamos falar de Abril?! |

Para comentar, é aqui ó ↓ ....

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s