Resenha | Não Se Iluda Não da Isabela Freitas

Por Rai Louven
@rai_louven

Foto: Divulgação
não se apega não

E hoje eu vou de Isabela Freitas, ou melhor, Bebela (como prefiro chamá-la, já que me sinto sua amiga de longas datas), porque acabei de ler o seu segundo livro, Não Se Iluda Não.

Ele, que é a continuação da série Não Se Apega Não, cujo primeiro livro tem o mesmo nome (da série), foi lançado em julho desse ano pela editora Intrínseca. Pelo que puder perceber, parece que vai haver um terceiro livro da Bebela… vamos aguardar as novidades neh!

Eu estava curiosa para conhecer as novas aventuras de Isabela (nome da protagonista da série) desde o lançamento do livro, mas como geralmente querer e poder acontecem em momentos diferentes, eu só consegui comprá-lo agora.

O Livro

Não Se Iluda Não dá continuidade à história de Isabela, uma mineirinha louquinha, de 24 anos, que depois de desapegar de um namoro de 2 anos, aprendeu a se amar, a curtir a própria companhia e não depender mais de ninguém, além dela mesma para ser feliz (não estranhem qualquer semelhança com a vida da escritora).

Neste segundo livro Isabela está mais amadurecida e só quer saber de aproveitar a vida, ser feliz, mas, como sempre, continua se envolvendo em muitas confusões, só que dessa vez um pouco mais sérias, porque envolvem a vida e os sentimentos de pessoas que ela gosta, de alguma maneira.

Infelizmente (ou felizmente?) a vida nem sempre segue os nossos planejamentos e muitas vezes nos traz surpresas que não estamos preparadas para lidar. São nesses momentos que pensamos: “Cara, como é que eu vim para aqui?” ou “Como é que tudo isso aconteceu de ontem para hoje?!” E já que o problema está batendo à porta, não nos resta outra alternativa, senão encher o peito de ar e resolvê-lo.

Isabela terá que enfrentar algumas situações assim e ainda pôr em prática sua maturidade, responsabilidade, amor próprio e amor ao próximo para sair delas. Parece um pouco dramático? Só que na verdade, a história é bastante divertida e fofa! ❤

Preciso confessar que, apesar da minha curiosidade em saber a continuação de Não Se Apega Não, eu pensei umas dez vezes antes comprar Não Se Iluda Não, porque não estou em um momento da minha vida que eu precise abandonar alguma ilusão voltada para relacionamentos (graças a Deus). Não Se Apega Não me ajudou a desapegar e ainda estou nessa vibe, me amando, curtindo minha companhia, minha paz e os benefícios de estar solteira. Só que eu Não Se Iluda Não vai muitooooo além de namoros e paixonites…

Para minha sorte e felicidade, o livro acabou sendo para mim uma dessas surpresas boas que a vida traz! Não Se Iluda Não me fez enxergar alguns detalhes da vida a partir de um ponto de vista diferente, desde carreira, namoro, amigos, família, destino até namoros e relacionamentos em geral. Além disso, a personalidade e “autoconfiança?” da Isabela são um pouco muito contagiantes… Depois que você ler, vai entender o que estou falando! 🙂

Eu que achei que Não Se Iluda Não fosse passar batido na minha vida, me enganei direitinho… acabei com ele cheinhoo de marcações! ❤ O Furacão Isabela não tem como passar despercebido… hahaha

Outro detalhe que me deixou apaixonada foi a capa do livro e todo layout fofíssimo dele! Para gente, que capa roxa maravilhosa foi essa?! Super a cara da Bebela (autora), da Isabela (personagem) e dos fãs, como eu!!! #lindaa

Se você está aí em dúvida se compra ou não, fica a dica: compre e leia logo!!! Vai por mim, Não Se Iluda Não é super divertido e vai servir para você, de alguma maneira. Não que você precise ter algum problema/dificuldade como pré-requisito para lê-lo… Não mesmo!! Ele é garantia de boas risadas, de descontração e de reflexões saudáveis sobre a vida.

A Autora

439acbd8e61d53f59b9adeb8a3c6b6d1

Com apenas com 24 aninhos, Isabela faz parte da leva atual de jovens blogueiras de sucesso, que se tornaram também escritoras e que têm conquistado cada vez mais leitores e espaço no mercado editorial.

Em seu blog, a escritora conta que no início nem sabia o que eram blogs, mas que foi incentivada pelos amigos a criar um e compartilhar suas frases e suas histórias, que são umas mais loucas do que as outras! Não demorou, o blog começou a fazer sucesso, conquistou muitos leitores e visualizações, e logo veio o convite da Intrínseca para lançar dois livros pela editora! Quanta honra não?!

Fala sério, como não amar essa blogosfera linda, que a cada dia permite que novos talentos, como a nossa linda Bebela, sejam descobertos?!

Acho que só me resta dizer que Não Se Iluda Não, da escritora e blogueira Isabela Freitas, publicado pela editora Intrínseca, está mais do que recomendado a todoss!!

Quem quiser achar a Bebela nas redes sociais, vou deixar aqui os links:

Resenha | O Diário da Princesa, de Meg Cabot

Por Rai Louven
@rai_louven

187491SZ

Mia Thermopolis… Esse nome te lembra alguma coisa?

Acho que a maioria sabe, com certeza, sobre o que estou falando, mas para as pessoas que estão um pouco por fora, eu explico: O Diário da Princesa, livro onde Mia Thermopolis é a protagonista. Ele compõe a série de mesmo nome, com 11 livros já publicados, de 2001 à 2015, escrita por Meg Cabot e lançada pela editora Record aqui no Brasil. O último e mais recente livro publicado foi “O Casamento da Princesa”, lançado esse ano, motivo pelo qual nós tivemos a honra que de receber a ilustre presença de Meg Cabot em terras brasileiras.

Série O Diário da Princesa:

  1. O Diário da Princesa;
  2. A Princesa sob os Refletores;
  3. A Princesa Apaixonada;
  4. A Princesa à Espera;
  5. Princesa de Rosa Shocking;
  6. A Princesa Em Treinamento;
  7. A Princesa na Balada;
  8. A Princesa no limite;
  9. Princesa Mia;
  10. Princesa Para Sempre;
  11. O Casamento da Princesa;

Me julguem se quiserem, mas, a princípio, O Diário da Princesa para mim era só aquele filme da Disney. Por anos eu o assisti repetidas vezes (porque o filme é lindo) e somente esse ano eu fui descobrir que ele é uma adaptação do livro da Meg. Eu sei que é meio difícil de acreditar que algo assim seja possível, mas é verdade. E eu só me atualizei a respeito disso porque devido ao último livro, O Casamento da Princesa, todos começaram a falar sobre a série e aí eu descobri toda a verdade. hahahaha :p

Bom, mas vamos ao que interessa, a resenha do livro! Por enquanto eu só li o primeiro e foi praticamente impossível não comparar com o filme, mas não foi difícil chegar à conclusão de que eles tem muitas diferenças.

download O Diário da Princesa conta a história de Mia Thermopolis, uma típica adolescente nova-iorquina de 14 anos, que vive os complexos da idade, devido à sua falta de seios, à sua altura de um metro e oitenta, ao seu cabelo rebelde e à sua paixão secreta.

Ahh ta, mas e daí?! O que tem de interessante nessa história?

Então, a vida de Mia era perfeita, apesar dos seus problemas com a matemática, dos seus complexos adolescentes, da sua paixão não correspondida… Tá bem, quase-perfeita! Mas, fora essas coisas, ela já tinha toda sua vida “planejada”, até que um dia seu mundo vira de cabeça para baixo devido a um pequeno detalhe que esqueceram de lhe contar há alguns anos: seu pai é o Príncipe de Genovia. Logo, isso faz da Mia, ou melhor, da Amelia, uma princesa! 😯

Talvez a maioria das garotas dessa idade gostaria de ter a sorte de serem filhas de um Príncipe, mas para Mia isso não era um motivo para comemoração! E agora, como lidar com tudo isso e mais os “problemas” que ela já tinha antes?

Uma das coisas que eu mais gostei no livro foi da personalidade da Mia. Ela é engraçada, divertida, justa, atrapalhada, fofa, inocente, indecisa, determinada etc. tudo ao mesmo tempo e de um jeito que só você lendo poderá entender! Outro detalhe que eu amei nela foi o seu caráter girl power! ❤ Eu gostaria muitooo de ser amiga dela! hahaha #sonhomeu

Foto: Litherarium
o-diario-da-princesa

Apesar de O Diário da Princesa ser um romance adolescente e que ainda envolve príncipes, princesas e rainhas, a história é bastante interessante e divertida! Em vários momentos eu me peguei rindo sozinha e suspirando pelos cantos! hahah Meg Cabot soube construir muito bem seus personagens e todo enredo!

Confesso que no início estranhei um pouco, porque esperava que o livro fosse seguir a narrativa do filme da Disney… só que não é bem assim. hahaha Se você apenas viu o filme, eu super aconselho a leitura, você vai ter uma outra visão da história e vai se divertir bastante também!

Até agora eu só li o primeiro e ainda não sei se vou ler os outros dez livros ou quando vou comprar o segundo. São muitas informações para minha cabeça, porque são muitos livros e eu sou do tipo que gosta de intercalar sagas e livros, para mudar um pouco e não enjoar! hahahaha Mas, posso dizer que eu gostei de ler O Diário da Princesa e que assim que eu ler o segundo, vou contar o que achei aqui também!

O Diário da Princesa, primeiro livro de uma série de 11 livros, escritos por Meg Cabot e publicado pela editora Record, está muito bem recomendado a todos os leitores de plantão, de todas as idades, inclusive! Tenho certeza que ele vai tirar boas risadas de você!

Fonte: Wikipedia (se for acessar essa fonte, cuidado, ela contém SPOILER – CUIDADO!)

Resenha | Um Ano Inesquecível, de Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças

Por Rai Louven
@rai_louven

Hey peeps,

A resenha de hoje vai ser sobre um livro escrito por quatro pessoinhas muito lindas e queridas pelo Brasil todo… Será que alguém arrisca a dizer quem são elas? rs Acertou quem disse/pensou em Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças.

Foto: divulgação
123

Em agosto desse ano elas lançaram o livro “Um Ano Inesquecível (UAI)“, publicado pela editora Gutemberg. Nele, cada autora escreveu um conto romântico e teen que se passa em uma estação do ano. As histórias são bastante diferentes e independentes também, ou seja, uma não é continuação da outra.

As estações do ano ficaram dividas assim:

  • Paula Pimenta: inverno;
  • Babi Dewet: outono;
  • Bruna Vieira: primavera;
  • Thalita Rebouças: verão.

Segundo as várias entrevistas que as escritoras concederam, cada uma ficou com a estação que mais gosta, o que eu acho que é muito verdade! Basta olhar para elas, para seus estilos e para suas histórias e vai perceber que elas realmente combinam com suas estações! hahaha

Um Ano Inesquecível (UAI)

11870774_925662437500742_7969046234342027853_nO conto da Paula é todo narrado em primeira pessoa, a partir da visão de Mabel, uma adolescente muito teimosa, que só queria curtir suas férias em uma viagem com os amigos do colégio, mas que é obrigada a fazer uma viagem em família para o Valle Nevado, Chile. Tem coisa pior para uma adolescente do que ficar isolada no meio da neve, contra sua vontade, quando podia estar curtindo com os amigos? Sim, pode acreditar que tem!                                                                                        

20608_10207458351517532_1351314003231374145_nJá o conto da Babi é diferente: ele é narrado em terceira pessoa e conta a história de Ana Julia e João Paulo simultaneamente. Ela, a menina que não gosta de música (como pode existir alguém assim? 8O). Ele, o contrário, o apaixonado por música e tudo que emita som (quase um príncipe, de tão fofo! <3). Agora junte esses os dois e imagine o resultado. hahaha Ahh… Essa história, como diz minha avó, ainda vai render muito pano pra manga!                                                                                       

12088563_1166734726673530_6545352404556418965_nJasmine é a personagem principal do conta da Bruna e quem também narra toda a história. O vestibular é uma das fases mais assuntadoras da vida, quem já passou ou está passando por ele vai concordar comigo (ou não neh.. rs). Agora junta vestibular, colégio, provas de final de ano, pessoas irritantemente irritantes da sua turma, professor mala, castigos de mãe, soma tudo e ainda adiciona a matemática para fechar com chave de ouro. Resultado: piração total. Pois essa tem sido a vida de Jasmine nos últimos meses. A menina mais autêntica da turma está prestes a explodir de tanta pressão, até que a paz que tanto queria veio do lugar onde ela menos imaginava. Como a vida é engraçada as vezes! rs                                                                                       

thalitaO conto da Thalita… gente, que conto foi esse!! hahaha Assim como a da Babi, ele é todo narrado em terceira pessoa. Inha, Kaká e Tati são melhores amigas desde a infância, apesar disso, elas são muitoo diferentes umas das outras. Mesmo sendo novas em idade, elas já tiveram seu coração partido e experimentaram o lado amargo de amar. :/ Mas, isso tudo é passado (pelo menos deveria ser) e no momento elas só querem curtir o presente, e ele se chama carnaval! Afinal, vida que segue neh… E, a vida delas seguiu… e seguiu um caminho baphônico, digamos assim, envolvendo fama, futebol, moda, funk e paparazzis! Só lendo mesmo para entender! hahaha

Meus achismos

Um Ano Inesquecível

Fofo! Essa é a palavra que descreve todo o livro, na minha opinião. Todas as histórias são leves, divertidas e fazem você pensar “Awnnn, seria tão bom viver algo assim na vida real”, após terminar de ler. Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças desenvolveram quatro contos bastante diferentes, mas que transmitem uma mesma sensação de paz e alegria durante a leitura. Só de olhar para a capa do livro (que está lindaa), eu já sinto isso!! rs

Além disso, eles transmitem ideias e valores que eu considero essenciais para a vida, como: amor, amizade, responsabilidade, sinceridade, confiança, maturidade, positividade, fé, esperança, determinação e compreensão. Traduzindo e compactando tuudo isso, chegamos a uma só palavra: amor. Um Ano Inesquecível é muito amor!! ❤ Como deixar de ler um livro desse?!

Como eu já comentei aqui no texto, UAI é um livro teen, portanto, o público alvo também é teen. Se você passou um pouquinho da idade considerada teen , mas tem interesse em ler… vá em frente, eu super recomendo! Eu, por exemplo, acabei de entrar na casa dos 2.5 e super curti a leitura. 🙂

Ahh…Outro detalhe que não posso deixar de comentar: o conto da Babi é tão amor, tem tanta música, que eu tive que ler ele ouvindo música e hoje em dia ele já tem uma trilha sonora eternizada na minha mente e coração! ❤ Quando você for ler, experimente fazer isso! Se você não conhece muitas músicas, não se preocupe, a Babi cuidou disso e durante a leitura ela indica várias, de diferentes bandas e cantores! ^^

Não sei se só eu percebi, mas em cada conto é possível encontrar um pouco de cada autora. É sério gente! Não é “puxassaquismo” (nem sei como se escreve isso haha). Basta prestar um pouquinho de atenção nas histórias. Se você conhece um cadinnhho de cada uma, você com certeza vai me entender (eu acho/espero haha)!

Eu bem que tentei conhecer todas as quatro de pertinho durante a Bienal do Livro desse ano, mas cara… fiquei só na vontade mesmo! 😦 Rapaz, tinha muitaaaa gente para ver as meninas, não consegui nem pegar a senha para participar da sessão de autógrafos. Só que, como Deus é muito bom… ele deu uma ajudinha e eu uma amiga conseguimos do nada (sério, do nada mesmo!!) uma senha para participar do bate-papo no auditório do Conexão Jovem.

Só de poder vê-las, mesmo de longe, eu fiquei feliz e me senti satisfeita… Mas, o melhor ainda estava por vir: depois do bate-papo, a Babi disse que ia dar uma parada no estande da Editora Gutemberg para mais autógrafos e fotos!! ❤ #babilindaaa No mesmo segundo, eu peguei minhas coisas e fui correndo pra lá, afinal, eu dificilmente teria outra chance. Acabou que eu consegui meu autógrafo da Babi e da Paula, que também foi para o estande assinar! #adoreiii ^^ hahaha

Acho que depois disso tudo, eu só posso dizer (escrever): Um Ano Inesquecível, das escritoras Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Veira e Thalita Rebouças, editora Gutemberg, está mais do que bem recomendado aos leitores.

ALERTA DE SPOILER | Resenha: A Herdeira, de Kiera Cass

Por Rai Louven
@rai_louven

Foto: Editora Seguinte
55074_gg

E a resenha de hoje será sobre A Herdeira! Esse é o quarto livro da série A Seleção, escrita por Kiera Cass, lançado em maio desse ano pela editora Seguinte. Eu li os três anteriores há mais de um e fiquei bastante surpresa quando anunciaram que haveria uma continuação!

É muito difícil falar sobre A Herdeira sem fazer algum spoiler sobre os livros anteriores. Tive que reler o texto mil vezes antes de postá-lo e talvez ainda tenha algum perdido, portanto, fica o aviso no título dessa resenha: ALERTA DE SPOILER.

SE VOCÊ NÃO LEU TODOS OS LIVROS ANTERIORES, NÃO LEIA ESSA RESENHA.

Se você já leu toda série, basta clicar em “continuar lendo” ↓

Continuar lendo

Resenha: A Seleção, de Kiera Cass

Por Rai Louven
@rai_louven

A Seleção é o primeiro livro da série de mesmo nome escrita por Kiera Cass e publicado em 2012 pela editora Seguinte. A Elite, A Escolha e A Herdeira dão continuidade à sequência.

Já tem mais de 1 anos que eu li os três primeiros, mas na época eu não tinha o blog ainda e não cheguei a fazer resenhas sobre eles. Mas, para você que ainda não leu os livros, vou falar um pouquinho sobre o primeiro livro, A Seleção, mas sem entrar em muitos detalhes (até porque alguns já me fugiram a memória, devido ao tempo).

O livro narra a disputa de 35 moças pelo coração do Príncipe Maxon. Mais do que uma chance de viver um romance, a Seleção (como é chamado essa espécie de concurso à procura de uma noiva) é também uma oportunidade para as jovens fugirem das realidades de suas castas (que ás vezes podem ser bem precárias) e proporcionarem a si mesmas ( e as suas famílias), uma vida repleta de luxos, fartura e bastante ostentação. Ahh, e um pequeno detalhe, a escolhida também será a futura Rainha de Illéa.

Foto: Veja online
selecao-original

Castas?! Então, Illéa é um país ainda regido pela monarquia (claro neh Railane, se tem príncipe, princesas e rainhas na história!) e organizado por um sistema de castas, onde as pessoas são separadas por funções/áreas de trabalho, determinadas desde seu nascimento.

Por exemplo, América Singer e Maxon são os protagonistas da série. Ela é uma artista porque nasceu numa família de artistas, como pintores, cantores etc., logo ela pertence à casta de número 5 e os únicos trabalhos que poderá realizar em sua vida serão aqueles que envolvem a sua casta, a não ser que ela se case com alguém de uma casta diferente.

Ele (Maxon) é um Príncipe porque é filho do Rei e Rainha de Illéa, logo ele pertence à casta de número 1, a mais alta e rica de todo sistema. Maxon está destinado a ser Rei desde seu nascimento e não há outro trabalho que ele possa exercer, mas pode se casar com uma moça de qualquer casta, sem se preocupar em perder a sua própria, visto que é a casta do marido quem sempre determina a nova casta da esposa.

América nunca pensou em se inscrever para participar da Seleção, por vários motivos, como:

  • Ela não tem interesse em se tornar princesa ou Rainha;
  • Ela não quer se casar com Maxon,
  • Ela já tem um namorado (só que escondido);
  • E ela não quer viver longe de sua família;

Apesar disso, estes quatro argumentos não foram fortes o suficientes para evitar que América fosse parar na Seleção junto às outras 34 jovens ou que ela conhecesse e morasse sob o mesmo teto que o príncipe Maxon, ou ainda que tivesse que usar vestidos e fazer muitas outras coisas que não lhe agradavam. A vida dela teve que mudar completamente….

A Seleção tem 368 páginas que você vai devorar em um único dia, tenho certeza! A leitura dele é muito tranquila e a autora consegue te transportar totalmente para dentro do livro com sua narração leve e divertida. Ahh, esqueci de comentar, o livro é todo em primeira pessoa, contado sob o ponto da América.

Todos os livros da série A Seleção estão muito bem recomendados, na minha opinião! ^^

Contos de A Seleção

O sucesso da série foi tão grande que entre um livro e outro, Kiera Cass escreveu três contos: O príncipe, O guarda e A Rainha, respectivamente. Inicialmente todos os contos foram publicados apenas na versão online, como E-book, e disponibilizados gratuitamente no site da editora Seguinte.

Os dois primeiros foram lançados antes de “A Escolha” (livro #3) ser publicado e já ganharam uma versão impressa, já o último (A Rainha) foi lançado em dezembro de 2014, antes de A Herdeira (livro #4), e ainda continua apenas como E-book.

Vou deixar aqui a sinopse de cada conto e link para fazer o download no título de cada um:

61770_gg

O príncipe:
Conto inédito e gratuito, O Príncipe não só proporciona um vislumbre dos pensamentos de Maxon nas semanas que antecedem a Seleção, como também revela mais um pouco sobre a família real e as dinâmicas internas do palácio. Você descobrirá como era a vida do príncipe antes da competição, suas expectativas e inseguranças, assim como suas primeiras impressões quando as trinta e cinco garotas chegam ao palácio.

É uma leitura indispensável a todos que terminaram A Seleção e ficaram querendo mais! Ao final, contém os dois primeiros capítulos de A Elite, segundo volume da trilogia.
Foto: Editora Seguinte

61771_gg

O guarda:
Antes de ir para o palácio competir pelo coração do príncipe Maxon, America Singer era completamente apaixonada por Aspen. Criado como um Seis, ele nunca imaginou que acabaria se tornando um dos soldados responsáveis por proteger a monarquia. Em O guarda, a história é contada pelo seu ponto de vista, a partir do momento que a Seleção é reduzida à Elite. Sua rotina é composta de exercícios e tarefas variadas dentro da casa da família real – desde cuidar da correspondência até combater os ataques rebeldes. Pela primeira vez, o enfoque é o mundo paralelo dos funcionários do palácio, suas dinâmicas e rede de relacionamentos, que America nunca chegou a conhecer.

O guarda também está disponível em edição impressa, como parte da antologia Contos da Seleção, que traz ainda O príncipe com final estendido e bônus exclusivos (como uma entrevista com a autora e informações inéditas sobre os personagens), além dos três primeiros capítulos de A escolha, último livro da trilogia, que será lançado em maio de 2014.
Foto: Editora Seguinte

61758_gg

A Rainha:
Uma das personagens mais cativantes de A Seleção é a rainha Amberly, mãe do príncipe Maxon. Ao longo da série, descobrimos pouca coisa a seu respeito, e muitas dúvidas permanecem: como uma pessoa tão bondosa e gentil se apaixonou por um homem rígido e impiedoso? Por que Clarkson a escolheu, considerando que ela vinha de uma casta baixa e de uma província pobre? E qual era exatamente seu estado de saúde?

Chegou a vez de Amberly contar sua própria história. Em A rainha, disponível em edição digital, acompanhamos a Seleção anterior à de America Singer, quando Amberly foi ao palácio com outras trinta e quatro garotas para disputar o coração do então príncipe Clarkson. O leitor enxergará uma nova faceta do rei através dos olhos apaixonados de Amberly, entenderá melhor o relacionamento dos dois e conhecerá um pouco mais do passado dessa personagem tão encantadora – uma garota simples que provou que uma rainha pode vir de qualquer casta.
Foto: Editora Seguinte

E vocês? Já leram algum da série? Ou algum dos contos? Ficaram apaixonadas pelo Maxon? hahaha